Esaú e Jacó prefiguram os réprobos e os predestinados

esaú e jacó

Do livro Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, de São Luís Maria de Grignion de Montfort:

Transcrevo aqui o Capítulo VI, Artigo I (pag. 179 a 194), onde temos descritos por São Luís Maria, a prefiguração da Virgem Maria em Rebeca e Jesus Cristo em Jacó.

Figura bíblica desta perfeita devoção: Rebeca e Jacó 

183. De todas as verdades que acabo de escrever em relação à Santíssima Virgem, o Espírito Santo nos apresenta, na Sagrada Escritura (Gn 27) uma figura admirável na história de Jacó, o qual recebeu a benção de Isaac, graças à solicitude e engenho de sua mãe Rebeca. Ei-la tal como a conta o Espírito Santo. Em seguida ajuntarei a explicação.

§I-História de Esaú e Jacó

184. Esaú vendera a Jacó seu direito de primogenitura. Anos depois, Rebeca, mãe dos dois irmãos, assegurou a Jacó, – que ela amava ternamente -, as vantagens daquele privilégio, empregando, para isto, uma astúcia santa e cheia de mistério. Pois Isaac, sentindo-se extremamente velho, quis antes de morrer, abençoar seus filhos e, chamando Esaú, o preferido, ordenou-lhe que fosse caçar algo para ele comer. Depois o abençoaria.

Rebeca, prontamente, pôs Jacó ao corrente do que se passava e disse-lhe que fosse buscar dois cabritos no rebanho. Assim que ele lhos trouxe, ela os preparou do modo que Isaac mais gostava. Em seguida, com as vestes de Esaú, que ela guardava, vestiu Jacó e com os pelos dos cabritos envolveu-lhe o pescoço e as mãos, a fim de que Isaac, que não podia ver, acreditasse tateando-lhe as mãos, que fosse Esaú, embora ouvindo a voz de Jacó. Isaac, com efeito, ficou surpreso ao ouvir a voz de Jacó, mas fazendo-o aproximar-se e tateando-lhe os pelos que cobriam as mãos do filho, murmurou: Em verdade a voz é de Jacó, mas as mãos são de Esaú. E, convencido, comeu.

Em seguida, ao beijar Jacó, sentiu a fragrância das roupas de Esaú, o que acabou por dissipar-lhe as dúvidas. Abençoou-o, então, e desejou-lhe o orvalho do céu e a fecundidade da terra; estabeleceu-o senhor de todos os seus irmãos e terminou a benção com estas palavras: “Aquele que te amaldiçoar seja amaldiçoado e aquele que te abençoar seja cumulado de bençãos”.

Apenas Isaac acabara de falar, entrou Esaú trazendo um guisado da caça que abatera e o apresentou ao pai, pedindo-lhe que comesse  e em seguida o abençoasse. O santo patriarca ficou extremamente surpreendido ao ficar ciente do engano, mas longe de retratar o que fizera, confirmou-o, pois reconhecia no fato, evidentemente, o dedo de Deus. Então Esaú, como observa a Sagrada Escritura, gritou com grande clamor e, acusando em altas vozes o embuste de seu irmão, perguntou ao pai se ele não tinha outra benção.

Neste ponto, notam os Santos Padres, ele era a imagem dos que facilmente conciliam Deus com o mundo, querendo gozar ao mesmo tempo as consolações do céu e as da terra.

Isaac, comovido pelos gritos de seu Esaú, abençoou-o, enfim, mas a benção que lhe deu foi uma benção terrena, sujeitando-o ao irmão. Por isso, Esaú concebeu um ódio tão profundo contra Jacó, que para matá-lo, só esperava a morte do pai. E Jacó não teria podido evitar a morte, se sua extremosa mãe Rebeca não o protegesse com sua habilidade e os bons conselhos que lhe deu e ele seguiu.

§II – Interpretação da História de Jacó (resumo)

185. Antes de explicar esta história tão bela, é preciso notar que, conforme todos os Santos Padres e intérpretes da Sagrada Escritura, Jacó é figura de Jesus Cristo e dos predestinados, enquanto Esaú é figura dos réprobos; basta apenas examinar a atitude de um e de outro para verificá-lo.

1º) Esaú (figura dos réprobos)

Esaú:

1. forte e destro

2. nunca permanecia em sua casa

3. fazia pouco caso de sua mãe

4. glutão a ponto de vender sua primogenitura

5. invejoso e perseguidor de Jacó

Réprobos:

1. confiam em sua própria força

2. não apreciam a vida interior

3. devoção mínima (ou nenhuma) a Santíssima Virgem

4. vivem dos prazeres da terra

5. odeiam e perseguem os predestinados

2º Jacó (figura dos predestinados)

Jacó:

1. só saía de casa por ordem de sua mãe

2. faz de tudo para comprazê-la

3. pronto a obedecer a sua mãe, sem indagar porque (dois cabritos)

4. confiança em sua mãe (benção e maldição)

5. imitava as virtudes de sua mãe

Predestinados:

1. amam o retiro, são interiores e saem apenas para cumprir deveres de estado

2. honram-nA, não só no exterior, mas também no fundo do coração

3. obedientes a Santíssima Virgem como Jesus foi durante 30 anos

4. confiança total n’Ela

5. imitam-nA e por isso são felizes durante a vida e a eternidade

E aqui vai uma explicação ainda mais bonita da figura de Rebeca, que certa vez eu li, a respeito dessa história: a Virgem Santíssima prepara os predestinados ao gosto do Pai, assim como Rebeca preparou os cordeiros e o seu filho muito amado Jacó, para que se passasse pelo primogênito. Ora, se Jesus é o primogênito e o preferido de Deus, quão agradável não deve ser o interior, o coração daqueles que são moldados pelas mãos da Mãe de Jesus para comprazer o Pai, não é mesmo? Amemos-A e deixemo-nos ser moldados por Ela, a Esposa do Espírito Santo de Deus, a Filha muito amada do Pai e a Mãe Santíssima do Filho. Que mistério mais lindo!

Salve Maria!

Anúncios

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s