Encontrando propósito na solteirice – Parte II: Bastando-se em Deus

 

SAM_3560

 

Uma das coisas que mais ouvimos enquanto solteiras, algo que consideramos até um grande clichê, é que precisamos nos encher de Deus e nos aprofundar no nosso relacionamento com Ele, antes de nos preocuparmos com um relacionamento com outra pessoa.

Eu sei que provavelmente você está careca de saber disso, mas eu preciso te dizer que é hora de ceder e deixar ir embora um pouco dessa resistência. Sim, todas nós sabemos disso, e nem por isso a nossa vida sai do lugar, nem por isso o nosso relacionamento com Deus parece evoluir, nem por isso a nossa solidão diminui…

Porque saber apenas não muda nada, se não aplicamos à nossa vida as verdades que conhecemos.

O tempo que temos até entrarmos em um relacionamento (se somos vocacionadas ao matrimônio) é exatamente o tempo que deveríamos utilizar para um crescimento no nosso conhecimento de Deus, para amadurecer o nosso relacionamento com Ele, e nos tornarmos mais cheias dEle.

Não que não seja possível crescer nessas coisas enquanto estamos em um relacionamento, mas o tempo a sós com Deus é precioso, especialmente quando se trata de um tempo designado para tratar de algo tão delicado que é o nosso relacionamento com Ele. Precisamos estar cheias, entupidas, transbordantes de Deus, para estarmos aptas a envolver alguém em nossas vidas, alguém que vai ocupar um parte grande dela e, com o tempo, participar dela em um nível de intimidade muito profundo.

Quando São Paulo escreve aos Coríntios, na sua primeira carta, frente às dúvidas daquele povo sobre unir-se ou não a uma pessoa, ele diz:

”Eu gostaria que estivésseis livres de preocupações. O homem não casado é solícito pelas coisas do Senhor e procura agradar ao Senhor. O casado preocupa-se com as coisas do mundo e procura agradar à sua mulher, estando, assim, dividido. Do mesmo modo, a mulher não-casada, a virgem, preocupa-se com as coisas do Senhor e procura ser santa de corpo e espírito. Mas a que é casada preocupa-se com as coisas do mundo e procura agradar o seu marido.”

1Cor 7, 32-34

Embora ele não esteja, aqui, dizendo para que as pessoas não se casem, ou que casar-se é errado, ele está apontando o fato muito claro de que ao envolvermos uma terceira pessoa em nossas vidas, precisamos despender tempo para cuidar do relacionamento com ela, assim, automaticamente o tempo para cuidar do que se refere a Deus é diminuído.

Se não tomamos cuidado, na nossa ânsia de nos livrarmos da solidão que a solteirice pode representar em nossas vidas, nós acabamos perdendo a oportunidade de usar o nosso tempo e ociosidade para ir mais profundo, crescer, sair da superfície do relacionamento com Deus para atingir profundidades cada vez maiores, lugares nunca atingidos antes, altas moradas do castelo interior. Precisamos nos rodear com as muralhas fortes da consciência de quem exatamente nós somos em Deus, de que só nEle está a totalidade daquilo pelo quê a nossa alma anseia.

Antes de Deus + você + alguém, vem apenas Deus e você. E não é egoísmo pensar assim.

Peter Kreeft, em ”The angel and the ants” (O anjo e as formigas – tradução livre minha) diz:

”Por que Deus e eu?

Porque isso é autenticamente cristão. Cristo se preocupou primeiro com o relacionamento ”Deus e eu”. Ele morreu para restaurar isso. No seu relacionamento com as pessoas, ele sempre se relacionou com uma de cada vez […] Ele foi antes de tudo um salvador.”

(Tradução livre minha)

É assim a dinâmica das coisas. Quando Santo Agostinho escreveu o diálogo de sua alma com Deus, o Senhor revelou a ele que duas coisas são urgentemente necessárias: saber quem você é, e quem Ele é.

Precisamos ter sede de Deus e sede de conhecê-lo como temos sede de relacionamentos. É difícil se dar conta disso, e dizer isso, mas é uma realidade gritante entre muitas moças cristãs.

Somente o Amor reto e ordenado de Deus é capaz de retificar o nosso amor por Ele e pelas suas criaturas, e só somos capaz de amar ordenadamente se antes aprendemos com o próprio Deus o que isso significa.

Um relacionamento não é um fim em si mesmo. Relacionamentos existem para que pessoas se ajudem mutuamente a ir para o céu.

Pergunte-se a si mesma pelo que é que você anseia tanto, quando se sente tão inquieta por causa do seu status de solteira. Você vai perceber que para qualquer resposta a que você chegue, sempre será algo que você pode encontrar em Deus com muito mais abundância do que você encontraria em qualquer criatura, por mais perfeita que ela fosse.

SAM_3564

Quando passei pela crise da solteirice, encontrei muitos meios que me ajudaram a voltar o meu foco para o Senhor e para a quantidade de coisas que eu tinha para trabalhar no meu relacionamento com Ele. E foi um tempo tão valioso, em que aprendi tantas coisas, e continuo a aprender.

Envolva-se em grupos de moças da sua paróquia, ou mesmo forme um com amigas próximas que partilhem ideais parecidos com os seus, leia bons livros cristãos, dedique tempo em ler e estudar a bíblia, em conhecer as características de Deus reveladas por Ele mesmo em sua Palavra, para amá-lo melhor. Volte o seu foco para Quem nunca deveria ter saído do primeiro lugar.

Não existe nada que pode ocupar tão bem o espaço que está dentro de nós quanto o próprio Deus, e temos sofrido o suficiente para entender que é hora de voltar pra casa, abandonar a nossa ânsia teimosa por relacionamentos, sermos vulneráveis a Deus e confiar que Ele é Deus o suficiente para nos preencher em nossos anseios mais profundos.

 

Deus abençoe você, fique conosco para os próximos artigos.

Graça e Paz!

 

Anúncios

Um comentário sobre “Encontrando propósito na solteirice – Parte II: Bastando-se em Deus

Deixe seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s